História do Futebol – [O Esporte Mais Popular do Mundo!]

a história do futebol mundial

História do Futebol Mundial >>

A História do Futebol Mundial, considerado o esporte mais favorito do mundo, abrange mais de 100 anos de existência e acumula muitas conquistas e evoluções! Neste artigo, vamos descobrir como tudo começou. Teve origem em 1863, na Inglaterra, quando o futebol de rugby e à associação de futebol se ramificaram em seus diferentes campos, tornando-se o primeiro órgão governante do esporte no país. Ambos os esportes, tem uma árvore ancestral longa intrinsecamente ramificada.

Uma busca ao longo dos séculos, revela pelo menos meia dúzia de jogos diferentes variando em diferentes graus, e para os quais, o desenvolvimento da História do Futebol tem sido rastreada. No entanto, permanece o fato de que as pessoas sempre tiveram o hábito de chutar uma bola desde sempre, além da necessidade de empregar as pernas e os pés em disputas difíceis com a bola, foi reconhecido desde o início, que a arte de controlar a bola com os pés não era fácil e isso não exigiu pequena medida de habilidade aos jogadores, mas talvez, a forma mais antiga do jogo de futebol para a qual há evidências, foi encontrada através de um exercício de manual militar, que remonta o futebol nos séculos II e III antes de Cristo na China.

Saiba Como este Esporte era Jogado no Início da História do Futebol

Esse exercício militar, consistia em chutar uma bola de couro cheia de penas e cabelos, medindo entre 30 e 40 centímetros de largura em uma pequena rede fixada em longas porções de bambu. De acordo com uma variação deste exercício, o jogador não podia mirar em seu alvo sem impedimentos, mas tinha que usar os pés, peito, costas e ombros, enquanto tentava resistir aos ataques dos seus oponentes. Segundo conta a História do Futebol em seu início, o uso das mãos pelos jogadores não era permitido! Outra forma do jogo, também originário do extremo Oriente, veio do Japão começando há cerca de 500 a 600 anos antes de Cristo e ainda jogado hoje.

Era jogado em círculo, os jogadores tinham que passar a bola um para o outro em um espaço relativamente pequeno, tentando não deixar a bola cair no chão. De acordo com a História do Futebol, já na Grécia antiga, nasceu um outro esporte chamado episkyros, jogado em equipe bem orientada, cada uma com 12 a 14 jogadores e era permitido usar as mãos. Apesar de ter sido um jogo de bola, ele foi um pouco violento! Pelo menos em sparta, as equipes tinham as cabeças dos oponentes como alvo. Havia uma linha branca entre as equipes e outra linha branca atrás de cada equipe. As equipes mudariam de bola com freqüência, até que as equipes fossem forçadas para trás da linha no final. Foi muito praticado por homens, mas também praticado por mulheres.

Logo mais tarde, foi adotado e renomeado pelos romanos o Harpastum, significando no latim roubar, aproveitar e agarrar a bola do jogo. Os romanos também se referiram como um pequeno jogo de bola. A bola usada era pequena e bem dura! Acredita-se que o jogo ficou popular por mais 700 a 800 anos, embora os romanos levassem para Inglaterra com eles, o uso dos pés era tão pequeno que dificilmente pareceria algo importante. O futebol gerou um enorme entusiasmo entre as pessoas, como na Grã-Bretanha. Também resistiu a repetidas e má sucedidas intervenções das autoridades, que desaprovavam essa recriação, por gerar muitas vezes violência, segundo menciona a História do Futebol.

Em 1314 por exemplo, o prefeito de Londres achou bem emitir uma proclamação proibindo o futebol na cidade, devido ao caos que geralmente causava. A violação dessa lei significava prisão. Durante a Guerra de cem anos entre Inglaterra e França, a corte real estava desfavorecida ao futebol. Os reis Eduardo III, Ricardo II, Henrique IV e Henrique V fizeram com que o jogo fosse punível por lei, porque isso impediria que seus súditos praticassem as disciplinas militares mais úteis, particularmente como tiro com arco. Todos os reis escoceses do século XIV, consideraram necessário censurar e até mesmo proibir o futebol, mas nenhum desses esforços teve muito efeito.

A História do Futebol sempre mostrou que a paixão pelo futebol era particularmente exuberante nos tempos Elizabetanos. Uma influência que pode ter desempenhado um papel na intensificação da popularidade nativa do jogo, veio da Itália Renascentista, notadamente de Florença, embora Veneza e outras cidades também tenham produzido sua própria marca do esporte, conhecido como Cálcio. Embora na Inglaterra o jogo fosse proibido, houve um defensor proeminente que elogiou o esporte, um grande pedagogo que ressaltou que se o jogo fosse bem trabalhado e desenvolvido traria um valor educacional positivo a nação, pois promovia a saúde e força.

O ressentimento do futebol até o momento, se concentrava em sua capacidade de perturbação pública. Em 1608, o jogo foi banido porque muitas janelas foram destruídas. No decorrer do século XVI um novo tipo de ataque foi lançado. Com a disseminação do puritanismo, o grito contra os divertimentos frívolos e o esporte passou a ser classificado como tal, o futebol em particular. A objeção principal é que supostamente havia uma violação da paz no Sábado, ataques semelhantes foram feitos contra o teatro, que os puritanos atados à vista consideravam na fonte de inatividade e iniquidade. Isso estabeleceu a base para a proibição de entretenimento aos Domingos, e daí em diante, o futebol naquele dia era um tabu. Esse caso permaneceu por cerca de 300 anos, até que a proibição foi levantada mais uma vez e finalmente com o consentimento formal da associação do futebol, embora em pequena escala.

No total, a História do Futebol nos mostra que houve pouco progresso no desenvolvimento do futebol por centenas de anos, mas embora o jogo fosse persistentemente proibido por 500 anos, nunca foi completamente suprimido. Foi então, que no início do século XIX, houve uma mudança que ajudou o crescimento do futebol. No decorrer desse período, desenvolveu-se uma nova atitude em relação ao jogo, que foi desenvolvido e aperfeiçoado em escolas públicas. A partir daí, o progresso do futebol foi rápido como um relâmpago, apenas oito anos após a sua fundação, a associação de futebol já contava com 50 clubes membros. A primeira competição de futebol no mundo foi criada em 1872. Em 88, o primeiro campeonato da liga estava em andamento. Já os jogos internacionais estavam sendo realizados na Grã-Bretanha e o primeiro foi disputado entre Inglaterra e Escócia.

A disseminação do futebol fora da Grã-Bretanha, principalmente devido à influência britânica no exterior, começou devagar, mas logo ganhou força e chegou rapidamente a todas as partes do mundo. Os seguintes países a formarem associações de futebol, após os países baixos e Dinamarca foram Nova Zelândia, Argentina, China, Suécia, Bélgica, Itália, Alemanha, Suíça, Uruguai, Hungria e Finlândia.

História do Futebol: Implantação das Regras Modernas

Entre 1937 e 1938, as modernas leis do jogo foram estabelecidas pelo presidente da FIFA Stanley Rous. Ele tomou as leis originais escritas em 86 e, subsequentemente, submetidas as alterações graduais e as redigiu em uma ordem racional. Em 1950, após o intervalo causado pela Segunda Guerra Mundial, o número de membros da FIFA foi a 73. No decorrer de meio século seguinte, a popularidade do futebol continuava atraindo novos devotos e ao final de 2007 a FIFA já tinha 808 membros de cada parte do mundo. Como podemos constatar, a História do Futebol é rica em detalhes e através da tecnologia, hoje temos acesso ao mundo de jogos de futebol, que podemos acessar e assistir quando quiser, e graças também à tecnologia, temos conhecimento dos novos jogadores e dos velhos que também foram excepcionais. Com isso, vale a pena ressaltar que toda essa história por detrás deste esporte maravilhoso, é também de extrema importância porque nos faz entender todo o processo que as nações e civilizações tiveram que enfrentar, superando obstáculos para que este esporte chegasse até nós.

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

história do futebol trade esportivo

história do futebol - botão quero saber mais

 

Aprenda a investir em partidas de futebol profissionalmente, mesmo que você não entenda nada de trading esportivo, mesmo que você não tenha tempo e mesmo sem muito dinheiro para investir. O trading esportivo não tem nada a ver com apostas a cegas, marketing multinível ou qualquer esquema de dinheiro fácil. Se trata de um mercado que movimento 20 bilhões de dólares na Europa e que está chegando agora no Brasil. Esse treinamento vai te levar de um total iniciante para o mais avançado nível de trading esportivo.[CLIQUE AQUI]

 

Gostou do artigo? Deixe um COMENTÁRIO e ajude a COMPARTILHAR este artigo com os seus amigos através das redes sociais. Pratique esportes, ele une nações e faz muito bem para saúde!

 

Você vai gostar também:

História do Futebol – [O Esporte Mais Popular do Mundo!]
5 (100%) 15 vote[s]
Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ler políticas de privacidade
Criado por WP RGPD Pro